Números do Comércio Exterior Brasileiro

Quais os produtos foram destaque na exportação e importação do primeiro semestre de 2020? E como ficou o saldo da Balança Comercial Brasileira?


Os dados da Balança Comercial Brasileira são importante indicativo de como o país está atuando diante de seus parceiros comerciais, bem como, suas quantidades de importações e exportações. Além disso, é possível identificar os principais produtos importados e exportados pelas empresas brasileiras neste primeiro semestre.


É sobre este tema que falaremos no artigo de hoje. Utilizamos como referência as informações dos sites do Ministério da Economia e da Secretaria do Comércio Exterior.


Dados da Balança Comercial Brasileira

A Balança Comercial Brasileira obteve um superávit de US$ 48,036 bilhões. O resultado positivo é fruto de exportações que totalizaram US$ 225,383 bilhões e importações que somaram US$ 177,348 bilhões. O acumulado de 2019 representou uma queda de 19,6% se comparado com 2018.


De acordo com a divulgação pelo Ministério da Economia, o acumulado de janeiro a junho de 2020 de todas as importações e exportações do nosso país foi mais de R$ 181 bilhões, contra R$ 193 bilhões considerando o mesmo período no ano passado (variação de -6,3%).


Infelizmente, já imaginamos que 2020 será um ano economicamente difícil. A mais recente divulgação da expectativa do Produto Interno Bruto (PIB) para 2020 está em -5,62%. O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país e serve para medir a evolução da economia. Um PIB negativo significa que a nossa economia está desaquecida, e que estamos produzindo e consumindo menos do que a nossa capacidade.


Com relação ao comércio exterior, é muito positivo haver superávit em quase todos os meses deste ano. O superávit demonstra que nosso país está exportando mais do que importando. Ou seja, mesmo com toda a crise, estamos vendendo mais do que comprando do exterior.


Em julho por exemplo, o total de exportações brasileiras foi de R$ 17, 900 bilhões contra o total de R$ 10,400 bilhões de importações. Um saldo positivo superior a R$ 7 bilhões.


Principais Produtos Importados e Exportados


Na exportação o destaque maior foi para o açúcar, a celulose, a carne bovina, o algodão e os já conhecidos, soja, café e minério de ferro. Os principais destinos foram nesta ordem: a China, os Estados Unidos, a Holanda, a Argentina e a Espanha.


Agora na importação, o destaque maior foi para as plataformas e embarcações, os óleos e derivados do petróleo, adubos e fertilizantes, ferro e aço e as peças e os acessórios tecnológicos. As principais origens de nossas importações foram nesta ordem: a China, os Estados Unidos, a Alemanha, a Argentina, o Japão, a Índia, a Coreia do Sul, a Itália e o México.


Ainda falando sobre os destaques do primeiro semestre, os estados mais exportadores foram São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Nesta lista, Santa Catarina aparece como o oitavo estado mais exportador. Sobre as importações, São Paulo e Rio de Janeiro seguem na frente, mas Santa Catarina segue como o terceiro estado mais importador do semestre.


Santa Catarina se destaca no comércio exterior por ser autossuficiente em portos e aeroportos. Além de possuir benefícios fiscais e vantagens tributárias para as empresas que se instalam por aqui. Outro ponto importante, é a sua infraestrutura logística rodoviária e sua mão-de-obra qualificada.


Apesar de vivermos um momento único e muito desafiante, precisamos nos preparar e mais do que nunca, estar próximos de parceiros experientes. Todos estes números que apresentamos são importantes para você gestor traçar um histórico e planejar o futuro da sua organização.


Por que não inserir o comércio exterior no planejamento da sua empresa?

Até o próximo artigo!


Imagem: Freepik

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • White YouTube Icon