Coronavírus e o impacto no comércio exterior

A pandemia do Coronavírus não é apenas um problema de saúde pública, mas econômico e de abastecimento.


Imagem: Freepik


Para boa parte das empresas a pandemia do Coronavírus está causando muitos problemas, relacionado principalmente ao faturamento, inadimplência, estoque de matéria-prima e logística de transporte.

Seguindo esta linha, talvez o maior dos impactos seja a previsibilidade. Os gestores estão com muita dificuldade de planejar o futuro de suas empresas e tomar decisões neste momento crítico.

No comércio exterior não é diferente. Os modais aéreo, marítimo e rodoviário foram fortemente afetados com regras sanitárias impostas pelos países para conter a disseminação do vírus. Continue lendo para entender melhor a respeito.

Expectativas positivas no Brasil


O comércio exterior se mostra como o fôlego para a retomada econômica brasileira. No mundo, a Organização Mundial do Comércio prevê que o comércio internacional cairá entre 14% e 33% em 2020. A surpresa no entanto, ocorre no Brasil que no primeiro quadrimestre do ano apresentou a menor variação na Balança Comercial.

Dentre as vinte maiores economias do globo, o Brasil foi o único país a expandir seu volume exportado durante a pandemia do Coronavírus.

Além disso, o comércio exterior brasileiro se mostra positivo, pois a tendência é de a Ásia sair da crise nos próximos meses. A China é o principal comprador do Brasil de soja e proteína animal, o que ajudará a minimizar os efeitos de uma recessão econômica por aqui.

Importante lembrar que o comércio exterior servirá para aquecer a economia brasileira e acelerar seu crescimento industrial pós-pandemia. Principalmente as exportações, que serão o fôlego necessário para o desenvolvimento econômico.

Impactos na logística de transporte


A logística e os modais de transporte foram muito afetados pelo Covid-19. Em abril, os transportadores globais de contêineres cancelaram aproximadamente 160 partidas de navios. Um dos motivos para estes cancelamentos ocorrerem é o fato da China voltar a relatar infecções locais de Coronavírus e pessoas que já tinham sido infectadas estão novamente tendo a doença. Fatos como este contribuem para o aumento e as oscilações na oferta de fretes marítimos.

Com relação ao modal rodoviário, como diversos estados brasileiros estão em isolamento social, houve diminuição do comércio e setores industriais estão sentindo os impactos da pandemia. De acordo com a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística - NTC, no mês de abril o modal rodoviário apresentou queda de 45,2% no volume de cargas no país.

Na matriz de transporte brasileira, somos um país dependente do modal rodoviário, aproximadamente 60% de tudo o que consumimos é transportado por este modal. No comércio exterior, o modal rodoviário é importante para movimentar as cargas até as áreas portuárias e aeroportuárias.


Este é o momento de se preparar para o quando tudo normalizar. Fique conectado em nosso blog que manteremos você informado. Será que não é o momento de investir no comércio exterior?


Até o próximo artigo!


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • White YouTube Icon